EUA prometeram Jerusalém a Israel ainda no início do “processo de paz”

O controverso anúncio do presidente dos Estados Unidos Donald Trump, em que reconhece Jerusalém como a capital de Israel, nesta quarta-feira (6), tem recebido enfático rechaço. Trata-se de promessa antiga, porém, que, cumprida por Trump, é mais uma afronta do imperialismo estadunidense ao povo palestino e árabe e a todos os engajados na luta pela paz. Deve,… Leia mais EUA prometeram Jerusalém a Israel ainda no início do “processo de paz”

Cortes militares servem ocupações beligerantes, da Palestina ao Saara Ocidental

O limite da extensão temporal de uma ocupação militar não é claramente definido pelo direito internacional, nem sua prática, criminalizada. Assim, Israel ocupa a Palestina há 50 anos e o Marrocos ocupa o Saara Ocidental há 42. Nestes casos, o encarceramento massivo é uma das táticas de repressão da resistência que persiste e as cortes… Leia mais Cortes militares servem ocupações beligerantes, da Palestina ao Saara Ocidental

No aniversário da República Saráui, presidente apela à ONU contra ocupação marroquina

Na segunda-feira (27/02), o povo saráui comemora os 41 anos desde o estabelecimento da República Árabe-Saráui Democrática (RASD) com grande festa, discursos políticos, apresentações folclóricas e a presença de delegações internacionais. O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) participa, representado por Marcos Tenório e Moara Crivelente. O presidente Brahim Ghali abordou… Leia mais No aniversário da República Saráui, presidente apela à ONU contra ocupação marroquina

Embaixada em Jerusalém e colônias povoam análises sobre Trump e Israel

Representantes de 70 países e organizações internacionais concluíam a Conferência de Paris sobre a Paz no Oriente Médio e análises do papel do novo presidente estadunidense, Donald Trump, já retomavam a possibilidade de os EUA transferirem sua Embaixada em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém. Seria mais uma medida provocativa e disruptiva de qualquer possibilidade diplomática,… Leia mais Embaixada em Jerusalém e colônias povoam análises sobre Trump e Israel

Com abstenção dos EUA, resolução do Conselho de Segurança condena colônias na Palestina; é preciso implementá-la

O presidente estadunidense Barack Obama é vilão em parte da imprensa israelense. Aliado de Israel, mas não amigo do premiê Benjamin Netanyahu ou de sua corrida colonialista já inconvenientemente aparente, Obama finalmente decidiu pela abstenção na votação da resolução contra as colônias no Conselho de Segurança da ONU, assim aprovada. Obama quis dar um sinal, ainda… Leia mais Com abstenção dos EUA, resolução do Conselho de Segurança condena colônias na Palestina; é preciso implementá-la

Avanços do colonialismo na Palestina demandam reforço da denúncia e da resistência

Uma categoria de análise abrangente e ação na “Questão Palestina”, não sem disputa, é o colonialismo. Sua pertinência é evidente: por exemplo, o governo de Israel discute legalizar “postos irregulares” em terras palestinas e elevá-los ao status de colonatos, abrindo precedentes no processo de anexação da Palestina. Neste quadro incluem-se eufemismos como a “transferência” –… Leia mais Avanços do colonialismo na Palestina demandam reforço da denúncia e da resistência

Resistência e ação na solidariedade ao povo palestino

Há décadas demais, afirmamos a solidariedade ao povo palestino com números e fatos que expõem objetivamente a ocupação israelense. Há refugiados, mortos e prisioneiros demais, mas nenhum número enfatiza o suficiente que um só homem, mulher ou criança sob ocupação é demais. Este 29 de novembro, Dia Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino, não seria… Leia mais Resistência e ação na solidariedade ao povo palestino